Utilidades do corrector liquido

Faça reparações, pinturas ou decorações, tudo com o simples corrector que usamos quase diariamente…

Apagar pequenas esfoladelas nos electrodomésticos ou porcelanas:

O corrector líquido, aqueles brancos que dão muito jeito para apagar pequenos erros quando estamos a escrever pode também dar muito jeito para disfarçar pequenos riscos ou esfoladelas nos electrodomésticos. Aplicar um pouco de corrector na zona esfolada e após secar coloque um pouco de verniz transparente, das unhas de senhora por exemplo. Pode igualmente disfarçar pequenos riscos em porcelanas, desde que estas não sejam usadas para fins alimentares.

Dar uns retoques em paredes e tectos brancos:

Pode, de igual forma, retocar paredes e tectos brancos, com algumas pinceladas de líquido corrector. Se ficar demasiado brilhante pode passar, após o corrector secar, com um pouco de papel de cozinha.

Reparar calçado:

Ténis ou sapatos de cor branca, podem facilmente ser retocados com o mesmo método.

Faça textos ou desenhos decorativos:

Decore janelas, portas, ou painéis com tinta correctora branca ou colorida. Após a festa, o corrector pode facilmente ser removido com acetona, água com vinagre ou líquido limpa-vidros.

Líquido corretor

Como curiosidade…

O corrector foi inventado em 1951, por Bette Nesmith Graham. Ela era uma secretária, na região do Texas, que usava tinta de água para corrigir erros de escrita. O tira-erros, como ela o chamava, ganhou fama entre os colegas de trabalho. Passado cinco anos, ela mesmo melhorou a sua composição, chamando-lhe de Papel Líquido. Como não conseguiu que nenhuma empresa lhe comprasse tal invenção, ela mesmo o começou a vender, dando-lhe na altura um grande lucro. A Gillete Corp., em 1979, comprou-lhe o produto pela enorme quantia de 47,5 milhões de dólares, além de pagar-lhe uma comissão por cada frasco que fosse vendido até ao ano 2000. Os processadores de texto dos computadores fizeram decair bastante o uso do corrector, mas continua a ser bastante útil.



Gostou? Partilhe...

Deixe aqui o seu comentário...

Apenas o nome e email são de
preenchimento obrigatório e não serão revelados.

Comentários ofensivos ou de conteúdo não enquadrado
com o artigo/site não serão aprovados.