Como gerir a falta de tempo?

Está a acordar e já vai atrasado(a) no seu dia? Conta os minutos para conseguir fazer tudo o que precisa? Precisava de ter dias com 48 horas para não andar a correr e conseguir concretizar todas as tarefas?

Não, não conseguimos inventar (ainda) uma máquina do tempo com a solução mágica, mas deixamos-lhe algumas dicas para conseguir gerenciar e controlar o seu tempo da melhor maneira.

 

Perceba o problema da falta de tempo

Não acorde a pensar nas inúmeras tarefas que tem de fazer. Tudo vai ficar mais confuso e não vai conseguir agendar bem o seu dia. Faça uma lista de todos os afazeres, de preferência no dia anterior, para poder refletir e agendar o seu dia da melhor maneira e dormir descansado(a). Faça a lista e esqueça a tarefa agendada para poder refletir melhor sobre as outras.

O nosso cérebro tem muito espaço, mas a parte responsável pela tomada de decisões e resolução de problemas tem um espaço muito reduzido. A parte do nosso cérebro que é responsável pelas nossas decisões fica na zona da nossa testa, logo, acima dos nossos olhos e é só este “pedacinho da cabeça” onde armazenamos tudo o que precisa da nossa decisão.

Assim, a melhor maneira de lidar com novos problemas é recebê-los e armazená-los noutro “espaço” de forma organizada, de modo a lembrar-se de tudo.

 

Artigos que poderão ser úteis:

– O guia completo sobre o stress e como o evitar
– Ano Novo, Vida Nova! Por onde começar?
Como começar o ano de 2012 em grande
Como planear e o que levar numa viagem

 

Redefina o problema

Normalmente, existe um pânico geral em relação a resolver problemas. Parece que quando surge um problema na nossa vida é alguma coisa de errado que está para acontecer. Não é bem assim. Um problema é uma questão, apenas isso. Os nossos problemas são os nossos projetos.

Imagine a sua vida como a construção de um prédio.“Faltam 2000 tijolos para terminar as paredes.” Percebemos o problema, tomamos nota e redefinimos, propondo uma ação imediata: “Comprar tijolos.” Recebemos o problema e resolvemos automaticamente. Existem problemas mais complicados, tanto na construção como na vida real, mas somente o exercício de tentar resolvê-los, dia após dia, é que nos dará a prática para solucionar problemas maiores.

Então, quando recebemos um problema definimos uma solução. Após isso anotamos, delegamos tarefas ou se pudermos, resolvemos imediatamente. Quanto menos tempo gastar a “pré-ocupando-se”, melhor vai aplicar aquilo que precisa ser feito.

 

Falta de tempo - relógio da vida

 

Peça ajuda

Às vezes um problema não pode ser resolvido apenas por nós e precisamos pedir ajuda a outras pessoas. Chegou a hora de delegar tarefas e funções. Não pense que não serão bem-feitas. As pessoas que o rodeiam também estão a trabalhar para alcançar o mesmo objetivo. Peça ajuda a outras pessoas. Após receber um problema, faça questão de anotá-lo e redefini-lo, a fim de verificar tudo o que precisa ser feito para ele ser resolvido e trabalhe noutras tarefas que também precisam ser realizadas.

Assim, pode multiplicar o seu tempo e terá a sua tarefa concluída num tempo muito menor do que se fizesse tudo sozinho(a).

 

Foque-se na conclusão do problema

De nada adianta seguir as dicas anteriores, se não se mantiver focado na conclusão dos seus “projetos”. Já imaginou iniciar o projeto de construção de uma casa e deixar uma das paredes inacabadas, simplesmente porque faltaram tijolos para terminá-la? Muitas pessoas deixam as suas tarefas concluídas 80% dizendo que agora só falta isso ou aquilo.

Assim, fica com várias tarefas que nunca são concluídas, por faltar apenas vinte minutos para terminá-las. Cinco tarefas de vinte minutos somadas são mais de uma hora de tarefas para serem finalizadas.

Não se preocupe em satisfazer as expectativas que os outros cultivam pela sua vida. Ninguém tem o menor controlo sobre o que os outros pensam. Decida o que é importante e faça.

Conclua! Irão chegar pessoas até si com inúmeras urgências, mas o nosso papel como “guerreiros do tempo” é gerir essas urgências e levar a calma para aqueles que ainda não encontraram a paz em controlar suas próprias vidas.

 



Gostou? Partilhe...

Deixe aqui o seu comentário...

Apenas o nome e email são de
preenchimento obrigatório e não serão revelados.

Comentários ofensivos ou de conteúdo não enquadrado
com o artigo/site não serão aprovados.

2 comentários até agora. Deixe também o seu!

  1. 23-07-2012

    @Ercila Vieira:
    Muito obrigado Ercila pelo seu comentário! 🙂
    Abraço e volte mais vezes.

  2. ercila vieira
    16-07-2012

    Gosto muito do Dicas caseiras.
    Tem sempre dicas interessantes e uteis.
    Um bem haja

    Ercila