14 dicas para evitar a depressão depois das férias

Agora que o Verão chegou ao fim, é altura de regressar ao trabalho e à escola. E porque muitas vezes esta não é uma transição fácil, o Dicas Caseiras preparou este artigo para que volte à rotina cheio de energia e ânimo.

Por que não é fácil voltar à rotina?

Depois de passar algum tempo a relaxar, é comum sentir um mal-estar passageiro. Normalmente duas semanas são suficientes para voltar à rotina.

Mas o regresso ao trabalho pode gerar uma depressão pós-férias. Esta não é mais do que uma depressão reactiva a um acontecimento desagradável. Isto acontece quando os sintomas são intensos e duradouros (mais de 14 dias), e passam pelo excesso de cansaço, falta de motivação, ansiedade, distúrbios do sono, dores musculares e de cabeça, irritabilidade e angústia.

Se estes sintomas persistirem, recomenda-se que procure a ajuda de um especialista.

 

Depressão no trabalho, depressão depois das férias

 

Há pessoas mais sensíveis a esta depressão?

Este problema pode afectar mais as pessoas com tendência para stress excessivo, humor depressivo e ansioso, com baixa tolerância à frustração, dificuldade de adaptação à mudança e com trabalhos com um nível elevado de exigência ou pressão constante. Ainda assim, a crise que atravessa o país e o mundo pode influenciar o desânimo geral.

 

Antes das dicas, sugerimos outros artigos que deverá consultar:

Como se sentir melhor no seu local de trabalho
Tudo que deve saber sobre o stress e como evitá-lo
Como enfrentar uma entrevista e ser bem sucedido
Como criar um Curriculum Vitae
Como gerir a falta de tempo

 

14 Dicas para reduzir o mal-estar e depressão pós-férias

1- Procure deixar o trabalho bem organizado para quando voltar. E desligue-se da rotina e das tecnologias.

2- Organize o regresso das férias. Se tiver filhos, é necessário um período para preparar o regresso às aulas.

3- Tente repartir as férias (duas a três vezes ao ano). As férias prolongadas aumentam o desânimo ao voltar.

4- Se passar férias fora de casa, regresse 72 horas antes de voltar ao trabalho, ou  48 horas se não tiver filhos. Porque se regressar na véspera, o choque é maior.

5- Quando regressar, comece a levantar-se mais cedo progessivamente, para se habituar ao novo horário, bem como às novas rotinas.

6- No último dia de férias, resista à tentação de começar a trabalhar, aproveite bem.

7- Encare o regresso como uma oportunidade para atingir os seus objectivos e ter novas motivações: foque-se no presente e nas coisas mais importantes para este ano.

 

Atingir os objectivos - escalada

 

8- Recorde os bons momentos que teve enquanto estava de férias, consciente de que agora é altura de trabalhar, até porque desta forma, elas estarão de novo “à sua espera”.

9- Se o motivo do seu desânimo for o seu trabalho actual, é hora de procurar um trabalho que lhe dê maior satisfação.

10- Conte aos seus colegas como foram as suas férias e partilhem episódios divertidos.

11- Não tente resolver tudo no primeiro dia de trabalho. Estabeleça prioridades e trabalhe com calma, se for possível.

12- Aprenda a fazer pausas a cada 1/2 horas e a desligar à hora de almoço e depois do trabalho.

13- Procure um novo hobby ou um trabalho voluntário para compensar a falta de ânimo.

14- Reserve uma parte do seu dia-a-dia para actividades que lhe dêem prazer. Rodear-se de pessoas de quem gosta, a prática de exercício físico ou um passatempo podem ajudar.

Por fim, comece já a pensar e a planificar a próxima viagem que gostava de fazer, assim terá uma motivação extra para enfrentar o quotidiano.

 

E o leitor costuma sentir-se desanimado no regresso ao trabalho? Tem outras dicas que queira partilhar?

 



Gostou? Partilhe...

Deixe aqui o seu comentário...

Apenas o nome e email são de
preenchimento obrigatório e não serão revelados.

Comentários ofensivos ou de conteúdo não enquadrado
com o artigo/site não serão aprovados.