Depilação definitiva – Sim ou não?

Se está indecisa em aderir aos novos métodos de depilação definitiva, então este artigo é para si. Fique a conhecer as diferentes técnicas de depilação definitiva, as vantagens de que pode usufruir e os cuidados que deve ter se optar pela depilação definitiva.

Técnicas utilizadas na depilação definitiva

Existem duas técnicas de depilação definitiva mais utilizadas e que estão disponíveis em quase todos os centros de estética: depilação a laser e depilação a luz pulsada (IPL).

Tanto a depilação a laser como a luz pulsada são técnicas de fotodepilação uma vez que utilizam a luz como meio para eliminar o pelo.

A depilação através de laser emite luz apenas num comprimento de onda, o vermelho, que é o tipo de luz indicado para destruir a raíz do pelo. Assim, esta tende a ser a técnica que mostra melhores resultados a longo prazo. Com o laser, a raíz do pelo é completamente destruída e a depilação torna-se definitiva.

A depilação através de luz pulsada utiliza diferentes comprimentos de onda e tende a enfraquecer o pelo ao longo do tempo em vez de o destruir completamente. Mesmo quando todos os pelos parecem eliminados no final do tratamento, podem voltar a aparecer ao fim de meses ou anos. Esta técnica tem, normalmente, preços mais baixos que a depilação a laser.

A eficácia de qualquer uma das técnicas vai ainda depender do tipo de pele e da coloração do pelo de cada pessoa. Quem tem pele clara e pelos bem escuros, precisará de menos sessões para atingir o objetivo final. A luz deteta o contraste entre o claro e escuro e atua sobre a zona escura, o pelo. Em peles mais morenas e com o pelo mais louro, a eliminação definitiva dos pelos é mais difícil e mais demorada.

 

depilacao-definitiva-laser

 

A depilação é dolorosa?

A dor é inevitável, uma vez que os tecidos que rodeiam o folículo do pelo são ligeiramente destruídos com a aplicação destas técnicas. É difícil avaliar se uma técnica é mais dolorosa que outra, pois a dor é subjetiva e varia de acordo com a zona do corpo e com a sensibilidade de cada pessoa. No entanto, a depilação a laser é muitas vezes indicada como a mais dolorosa pelas clientes, embora seja também a técnica com maior eficácia na destruição do pelo.

 

Não deixe de ler os artigos em que falamos sobre como ter uma pele suave e sem pelos através da fotodepilação e ainda algumas dicas de como deixar de ter a pele oleosa.

 

Vantagens da depilação definitiva

Eliminação definitiva ou bastante prolongada do pelo – não vai precisar de se preocupar durante bastante tempo em ir à esteticista a correr à hora de almoço;

Pode ser aplicada em qualquer zona do corpo, em qualquer tipo de peles e em qualquer idade – tendo em conta que a eficácia do tratamento pode variar com estes fatores;

O tratamento (duração das sessões) é rápido – em alguns minutos são tratadas grandes áreas do corpo e podem ser tratadas várias áreas por sessão;

Poupança de dinheiro a longo prazo – claro que no início é preciso algum investimento, mas se o tratamento for bem sucedido irá poupar nas idas à esteticista.

 

Cuidados a ter

  • Estas técnicas não podem ser aplicadas em peles bronzeadas e os tratamentos de fotodepilação fazem-se normalmente no inverno;
  • Grávidas ou pacientes com tratamentos com isotretinoína ou fármacos fotossensibilizantes não devem sujeitar-se à fotodepilação;
  • Não se pode aplicar sobre zonas tatuadas ou zonas com lesões cancerígenas;
  • Pedir sempre para testar a técnica escolhida numa pequena área e esperar alguns dias antes de iniciar o tratamento, de forma a verificar como reage a sua pele à fotodepilação;
  • Informar-se junto de centros especializados ou com o seu dermatologista antes de iniciar um tratamento de fotodepilação;
  • Assegurar-se da legalidade, das normas de segurança e da formação e experiência do pessoal do local onde fizer o seu tratamento;
  • Não apanhar sol ou permanecer em locais demasiado quentes após uma sessão de fotodepilação.

 

Esperamos ter ajudado na decisão de fazer ou não depilação definitiva. Qual a sua opinião?



Gostou? Partilhe...

Deixe aqui o seu comentário...

Apenas o nome e email são de
preenchimento obrigatório e não serão revelados.

Comentários ofensivos ou de conteúdo não enquadrado
com o artigo/site não serão aprovados.