O que são alimentos transgénicos e quais os perigos para a saúde

 

O que são alimentos transgênicos? Porque são modificados estes tipos de alimentos e quais os riscos que apresentam para a saúde? Saiba mais sobre este tipo de alimentos e previna-se!

O que são alimentos transgénicos?

Alimentos transgénicos são alterados em laboratório, através de técnicas genéticas provenientes de outros organismos. Estas técnicas visam “fabricar” novos alimentos com características diferentes e supostamente melhoradas, em relação ao organismo original. São geralmente mais utilizados em plantas do que animais.

 

Os perigos e desvantagens dos alimentos transgénicos

Estes tipos de alimentos modificados, são principalmente vantajosos para os produtores e para quem ganha dinheiro com a sua distribuição. Além de representarem um risco para o ambiente, já que podem contaminar os solos e até serem infiltrados nas águas subterrâneas.

Também na economia são uma grande preocupação, já que conseguem competir com os agricultores tradicionais, sendo produzidos em grandes quantidades e a preços muito inferiores.

No que respeita à nossa saúde, estes alimentos podem originar novas alergias ou alterar a tolerância de certas pessoas aos alimentos, bem como diminuir a resistência aos medicamentos e antibióticos, tão importantes para a nossa saúde.

maior perigo destes alimentos modificados está claramente relacionado por muitas vezes estarmos a consumi-los mesmo sem saber, já que fazem parte da constituição de alguns produtos que nos passam despercebidos muitas vezes.

 

Recomendamos a leitura destes artigos

Sintomas, tratamento e prevenção de alergias respiratórias
– Rinite alérgica sazonal ou febre dos fenos – Causas, sintomas e tratamento
– Conheça 6 alimentos tóxicos que deve ter muito cuidado

 

Benefícios e vantagens deste tipo de alimentos

A principal vantagem em modificar estes alimentos, mediante a alteração do seu DNA, serve principalmente para os tornar mais resistentes a pesticidas e pragas, e, claro está, aumentar a sua produtividade e minimizar os custos associados à produção dos mesmos.

 

Quais os países que produzem e consumem alimentos transgénicos

Apesar da polémica em volta deste tipo de alimentos, eles começaram a ser geneticamente alterados em vários países da Europa e noutros países do primeiro mundo. Os Americanos começaram a sua “produção” em 1994 e prevê-se um consecutivo aumento deste tipo de alimentos.

Relativamente à Europa, muitos dos países mostraram-se de pé atrás relativamente a estes alimentos transformados e exigiram que todos estes produtos tivessem a respetiva identificação, dando a escolha ao consumidor se pretendiam um produto com estas características ou um produto “normal”. A União Europeia patrocina nos dias de hoje várias pesquisas e testes a este tipo de alimentos.

Os principais países que continuam na produção de alimentos transgénicos são o Brasil, Argentina, Índia e China.

 

Alternativas aos alimentos transgénicos

Os alimentos geneticamente modificados estão cada vez mais incluídos em vários produtos, tendo o consumidor o pleno direito de os reconhecer, através da simbologia que mostramos abaixo. Muitas vezes este símbolo pode ser confundido com outros símbolos de perigo, mas significa que existe no produto, pelo menos, 1% de ingrediente transgénico.

 

Exemplo de alimentos transgénicos

 

E o leitor, já sabia da existência deste tipo de alimentos?



Gostou? Partilhe...

Deixe aqui o seu comentário...

Apenas o nome e email são de
preenchimento obrigatório e não serão revelados.

Comentários ofensivos ou de conteúdo não enquadrado
com o artigo/site não serão aprovados.

3 comentários até agora. Deixe também o seu!

  1. 11-04-2014

    @Leandro, @Gawaim:
    Boa tarde. Os nossos artigos resultam de várias pesquisas pela Internet, nomeadamente em sites que se podem considerar de confiança (Wikipedia, por exemplo). No entanto, estamos recetivos a sugestões e alterações dos nossos artigos, caso estes contenham informações erradas.
    Muito obrigado pela vossa participação e por nos terem visitado.

  2. leandro
    04-12-2013

    Autor, por favor, se informe melhor
    Consulte um agrônomo para se informar sobre o que são transgênicos pois suas informações estão muito erradas. Ninguém produz alimentos em laboratórios, o que produz alimentos são plantas e animais.
    A Sua indicação de malefícios estão tendenciosas à informações erradas e outras não comprovadas. Os benefícios vão muito além, como por exemplo a redução significativa na quantidade de resíduos de agrotóxicos nas plantas e consequentemente nos alimentos.

  3. Gawaim
    04-12-2013

    De que forma estes alimentos podem “contaminar o solo”?
    Mostre alguém ou algum estudo sério em qualquer parte do mundo que prove que alergias ou intolerâncias humanas aumentam quando consomem transgênicos!
    Quais medicamentos são afetados pelos transgênicos?
    Na economia de mercado a quem interessa adquirir alimentos saudáveis, sem agrotóxico, com custo menor? O povo é claro!
    Aonde? Em que parte do mundo, ou até do Brasil aconteceu de um manancial de água ter sido contaminado por transgênicos?
    Com agrotóxico, necessário para produção de alimentos não-transgênicos tenho certeza que é fácil de indicar um monte de lugares!
    Nenhuma pesquisa séria por exemplo conseguiu de fato afirmar qualquer coisa que desabone os alimentos transgênicos, o articulista (pelo jeito esquerdista roxo, pois afirma que quem ganha dinheiro é quem distribui alimentos! e acha ruim produzi-los em maior quantidade de forma mais barata!)
    Quer mais um exemplo de alimento transgênico?
    R – O milho como o conhecemos atualmente, a mandioca ou aipim ( que era um cipó), O abacaxi, tudo isto foi modificado pelas mãos humanas para tornar-se mais palatável e rentável para consumo, mas isto aconteceu ao longo dos séculos.