Bruna Pereira

Bruna Pereira

Não sou guionista nem cantora. Não sou poeta nem escritora. Vivo. Escrevendo o meu próprio guião, cantando a minha própria canção. Sou humana. Vivendo na poesia da vida, escrevendo as pegadas no caminho. Escrevendo. Esse acto que vive em mim, exprimindo os meus sentimentos, perspectivas do mundo... desabafos e devaneios.A escrita. A base de qualquer arte. Escondida num quadro, numa escultura ou num filme. A escrita de um pensamento, de uma ideia, de um sentimento que se exterioriza. Como podia eu não escrever? Se escrever é minha expressão do viver.

Últimos artigos de Bruna Pereira: